Vai comprar um carro usado? Saiba no que se atentar

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

ampla-brasil-protecao-veicular-carro-usado-no-que-se-atentar

Na hora de comprar um automóvel, a versão 0 km não é a única alternativa. Na verdade, pode ser bem interessante pensar em outras escolhas, como o carro usado. Só que, antes mesmo de contratar a proteção veicular, é preciso considerar algumas questões.

Será possível evitar problemas diversos e dores de cabeça no futuro. No final, a aquisição valerá muito mais a pena. Para que tudo dê certo, então, no que se atentar? Veja o que considerar ao comprar um carro usado — e saiba onde entra a proteção veicular nisso tudo!

Veja se documentação está completa e em dia

Antes de partir para qualquer outra etapa, é indispensável checar se toda a documentação está em dia. Isso é muito importante para evitar dores de cabeça no futuro e até para garantir a sua completa segurança.

Veja, por exemplo, se os documentos são registrados no nome de quem vai vender, de modo a impedir a receptação de produto roubado. Confira, ainda, se os impostos (como IPVA) estão pagos e se tudo está em dia. A ideia é evitar surpresas desagradáveis após finalizar a compra.

Análise qual foi a quilometragem rodada até o momento

Também é essencial checar quantos quilômetros o veículo usado já rodou. Assim, é possível entender qual é o nível real de uso e quais são as chances de encarar problemas no futuro.

O motivo é bem simples: em geral, veículos que com maior quilometragem exigem mais manutenção e geram mais custos. Então, se você tiver duas opções lançadas no mesmo ano, a opção com quilometragem maior vai exigir mais atenção — e deverá custar menos, considerando apenas esse aspecto.

Cheque o estado geral do veículo

De forma ampla, é indispensável entender qual é o estado do veículo. A intenção é saber, por exemplo, se existe algum defeito que exigirá atenção e conserto. Procure fazer um test-drive antes e fique atento a qualquer ruído ou dificuldade no momento do uso.

Também é essencial ter cuidado com o histórico de proteção veicular. Se uma opção usada já foi coberta por seguro de carros em BH, é provável que haja um histórico de sinistros. Assim, você tem como saber se houve perda total ou quais foram as avarias, por exemplo.

Considere a possibilidade de obter proteção veicular

Por falar em segurança e cuidado, vale a pena pensar na proteção veicular. O motivo é simples: algumas opções podem gerar mais custos, por causa do perfil.

Na hora de contratar seguro de carros em BH, por exemplo, pode ser necessário pagar mais dependendo do modelo ou do ano do carro usado. Então, talvez isso não valha a pena para o seu orçamento.

No entanto, também é possível recorrer à proteção veicular por rateio mútuo. Nessa escolha, você não paga por riscos prováveis — apenas por situações ocorridas. Como não há análise de perfil ou de veículos, a cobertura será estendida a um veículo usado. Então, basta dar atenção aos outros elementos.

Com esses cuidados e a proteção veicular certa, a compra de um carro usado não vai lhe trazer dores de cabeça. Assim, você aproveitará condições melhores, sem deixar a segurança de lado.

Quer conhecer alternativas ao seguro de carros em BH e ter muitas outras dicas? Assine nossa newsletter e não perca nada!

Procurando proteção veicular ou residencial? Entre agora em contato:





Comentários no Facebook