Qual é a pior estrada do mundo?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Muitas pessoas não conhecem, mas é  o Camino a los Yungas, rodovia boli-viana mais conhecida como a Estrada da Morte. Construída na década de 1930 por prisioneiros paraguaios, a estrada tem cerca de 64 quilômetros e foi aberta na lateral de uma série de montanhas, ligando a cidade de La Cumbre, a quase 5 quilômetros de altitude, à região campestre dos Yungas. Esse descidão sem fim levou o título de pior estrada do mundo, em 1995, conferido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento. Em 2007, o governo da Bolívia inaugurou uma rota alternativa, pela estrada Cotapata-Santa Bárbara, mas muitos motoristas ainda utilizam a má e velha Estrada da Morte por considerá-la mais rápida.

Os carros circulam em mão invertida, alinhando-se à esquerda – isso ajuda quem está subindo a visualizar melhor a beirada da pista. Nos trechos em que não passam dois carros lado a lado, quem sobe tem preferência – ainda que quem esteja descendo precise dar ré. Além disso, no topo, o ar é tão rarefeito que dificulta a respiração dos motoristas e o trabalho dos motores. Com a falta de oxigênio, os possantes engasgam devido à dificuldade para fazer a queima do combustível. Forçando o motor, outros problemas mecânicos surgem a reboque

Os carros circulam em mão invertida, alinhando-se à esquerda – isso ajuda quem está subindo a visualizar melhor a beirada da pista. Nos trechos em que não passam dois carros lado a lado, quem sobe tem preferência – ainda que quem esteja descendo precise dar ré.

A estrada liga La Cumbre, a 4 670 m acima do nível do mar, a Yolosa, a 1 100 mde altitude. O trajeto é quase todo inclinado, com curtos trechos planos. Por ser construída à beira das montanhas, o perigo vem de cima, com deslizamentos da encosta, e de baixo, com os desfiladeiros. Só os primeiros 20 km são asfaltados, até o povoado de Unduavi, a 3 200 m de altitude. A partir daí, é só terrão e cascalho numa pista sinuosa e estreita, com largura entre 4 e 7 m. Para completar, não há acostamento ou mureta de proteção contra quedas que podem superar 600 m

    Procurando proteção veicular ou residencial? Entre agora em contato: