O que é considerado um sinistro dentro do seguro veicular?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Mão masculina apontando para parte do carro danificada após colisão.

A compra de um veículo implica em uma série de responsabilidades, como boa educação no trânsito, compromisso com a manutenção, custos com combustível e cuidados com a segurança.

Dirigir com prudência, evitar locais considerados perigosos e diferentes medidas de cautela são importantes para evitar acidentes, roubos e furtos. Além do seguro obrigatório, você pode otimizar a segurança contratando o seguro veicular ou a proteção veicular.

Neste artigo, falaremos sobre um termo muito usado nesse contexto: o sinistro. Veja o que significa sinistro quando falamos em seguro de carros!

O que é um sinistro em seguro veicular?

Sinistro é o nome dado a qualquer incidente que provoca danos e/ou prejuízos ao veículo. Por esse motivo, essa palavra está registrada na apólice do seguro de carros.

Não importa como o fato ocorreu: se foi involuntariamente, se foi de maneira imprevisível, súbita. Todos os danos que estiverem descritos nas situações registradas na apólice serão indenizados ao dono do veículo.

Um sinistro pode ser parcial ou integral, a depender dos danos causados. A perda parcial ocorre quando o carro pode ser consertado ou readquirido. Já o sinistro integral ocorre com a perda total, ou seja, quando o veículo não pode ser consertado ou recuperado. As situações fundamentais que representam um sinistro são:

  • acidentes (capotamentos, colisões);
  • roubos/furtos.

O que fazer em caso de sinistro?

Vejamos algumas situações que configuram sinistros e como você pode acionar o seguro veicular ou a proteção veicular:

Alguém colidiu com meu carro

Se o carro se envolveu em uma colisão na qual o responsável não foi identificado, nem o motorista do outro veículo se declarou culpado, provavelmente você deverá entrar em contato com a seguradora para que seu carro seja consertado. É importante agendar uma vistoria na oficina em que será feito o conserto.

Quando você opta por uma oficina credenciada, tem direitos a descontos na franquia e a outras vantagens, como um carro extra. Após o envio das informações, elas são analisadas por uma equipe especializada. Depois de uma vistoria, o veículo é direcionado para o conserto.

Eu bati o carro

Caso você mesmo tenha batido o carro e não conseguiu ligá-lo, o correto é acionar o seguro veicular para que o carro seja guinchado.

Depois, é necessário seguir o que já foi dito, ou seja, agendar a visita à oficina mecânica e aguardar a análise das informações, a vistoria e o conserto.

Meu carro foi roubado

No caso de roubo ou de furto, você deve, antes de tudo, notificar a polícia militar por meio do número 190. O B.O. (Boletim de Ocorrência) deve ser registrado o mais rápido possível.

O passo seguinte é acionar o seguro de carros para que a equipe realize a análise e, posteriormente, solicite a você a documentação necessária. Dessa maneira, será finalizado o procedimento; e o valor do seguro será liberado.

O sinistro é algo que deve ser evitado na medida do possível. O seguro veicular (ou proteção veicular) é uma garantia de que, caso venha a acorrer algum acidente ou roubo, o proprietário do carro não seja tão prejudicado.

Vale lembrar ainda que, se o acidente acontecer no perímetro urbano, é necessário comparecer à delegacia de Polícia Civil mais próxima. Nas rodovias, você deve contatar a Polícia Rodoviária Federal — caso haja feridos ou terceiros tenham seus bens comprometidos, é obrigatório fazer o Boletim de Ocorrência.

O que achou de nosso conteúdo? É importante saber o que é sinistro e como agir diante de certas situações, concorda? Aproveite para conferir outras postagens nossas. Visite e siga o nosso perfil no Instagram para visualizar nossas imagens e stories!

    Procurando proteção veicular ou residencial? Entre agora em contato: